Utilizar a força de trabalho de macrófagos associados a tumores (TAM) para combater o cancro

UnTAM

Utilizar a força de trabalho de macrófagos associados a tumores (TAM) para combater o cancro

Os macrófagos associados a tumores (TAMs) contribuem com até 50% da massa em certos tecidos tumorais. O principal objetivo é desenvolver uma nova formulação de nanopartículas para lutar contra tipos de cancro para os quais ainda não estão disponíveis terapias direcionadas, como o cancro de mama triplo-negativo e outros tumores sólidos, como o adenocarcinoma ductal pancreático. Esta formulação será direcionada especificamente para TAMs de forma a reprogramar seu fenótipo de predominantemente de M2 para M1. Com a mudança de fenótipo, o microambiente imunossupressor do tumor será aliviado e os TAMs M1 conduzirão o ataque imunológico contra o tumor de dentro, matando diretamente as células tumorais e recrutando e ativando outra população de células imunológicas para o local do tumor. Para aumentar o efeito positivo desta formulação, os fármacos imunomoduladores necessários para a alteração do fenótipo serão combinados com um agente quimioterapêutico para danificar diretamente as células tumorais e provocar uma resposta imunológica mais forte através da libertação de epítopos potencialmente imunogénicos. A libertação dos agentes imunomoduladores e quimioterapêuticos será ativada externamente por hipertermia magnética localizada por co-encapsulação de nanopartículas magnéticas de óxido de ferro na formulação.

 

Universidade do Minho (UM)
Susana Paula Costa – CQUM
Maria Manuela Raposo – CQUM

International Nanotechnology Laboratory (INL)
Juan Gallo Páramo
Manuel Bañobre López

  • Início e Fim

    2022-01-02 – 2024-12-31
  • Entidade Financiadora

    FCT - PTDC/QUI-OUT/3143/2021
  • Financiamento

    Global - 249854,54 €
    CQUM – 104225,00
  • Beneficiário Principal

    CQUM